domingo, 18 de abril de 2010

USE O FILTRO SOLAR

Composição: Mary Schmich



Brother and sister
Together we'll make it through
Someday your spirit will take you
And Guide you there
I know you've been hurtin'
But I'll be waiting to be there for you
And I'll be there just helping you out
Whenever I can
Everybody's free...





Nunca deixem de usar filtro solar!
Se eu pudesse dar uma só dica sobre o futuro,seria esta: use filtro solar.Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar
estão provados e comprovados pela ciência;
já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante.




Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês.
Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece... Você nunca vai entender mesmo o poder
e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas, pode crer, daqui a vinte anos, você vai evocar as suas fotos e
perceber de um jeito - que você nem desconfia hoje em dia
quantas tantas alternativas se lhe escancaravam à sua frente,
e como você realmente tava com tudo em cima.
Você não é tão gordo(a) quanto pensa!




Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
é tão eficaz quanto mascar chiclete
para tentar resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade de sua vida tendem a vir de coisas que nunca
passaram pela sua cabeça preocupada, e te pegam no ponto fraco às quatro
da tarde de uma terça-feira modorrenta.
Todo dia enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.




Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima,
às vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim,
é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.
Estique-se.




Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
aos vinte e dois, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio.
Seja cuidadoso com os joelhos.
Você vai sentir falta deles.
Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos quarenta, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto-congratule demais, nem seja severo demais com você.
As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo.
É assim pra todo mundo.




Desfrute de seu corpo.
Use-o de toda maneira que puder. Mesmo.
Não tenha medo de seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele.
É o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.
Dance.
Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se achar feio.




Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.
Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas
e de estilos de vida, porque quanto mais velho você ficar,
mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.




More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.




Aceite certas verdades inescapáveis:
Os preços vão subir. Os políticos vão saracotear.
Você, também, vai envelhecer.
E quando isso acontecer, você vai fantasiar que quando era jovem,
os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes,
e as crianças, respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos.
E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada.
Talvez case com um bom partido.
Mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.




Não mexa demais nos cabelos senão quando você chegar aos quarenta
vai aparentar oitenta e cinco.
Cuidado com os conselhos que comprar,
mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.




Mas no filtro solar, acredite!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Quando a maldade aparece os olhos se fecham para a verdade

A nossa vida é cheia de altos e baixos estamos sempre em uma roda gigante buscando uma maneira de não cair no balanço do carrinho que nos transporta.. como eu digo – “A vida é uma maquina que não pode parar”, cada nova situação acontece para alinhar e nos deixar ligados e espertos com relação as pessoas que nos cercam. Mas como é difícil entender algumas coisas...




Fico pensando será que depois de uma traição ou de uma apunhalada pelas costas podemos ser as mesmas pessoas de antes, aquela inocente que não via a maldade em nada... vendo nas pessoas a honestidade e a sinceridade o tempo todo, acho que isso deve ser conseqüência de um passado de cuidado onde éramos totalmente dependentes, como tudo nessa vida tende a evoluir nos tornamos dependentes até encontrar a interdependência.

Eu estou aqui tentando estudar para a prova de inglês de amanhã juntando o telefone da empresa que não para de tocar, os vendedores que sempre me pedem alguma coisa, se não bastasse tudo isso ainda não consigo me concentrar. Por quê? Simples, o pensamento sai voando e quer se libertar ele não vê à hora de me ver sentada em frente à telinha, assim como estou agora colocando todas essas palavras que saltam pra fora como se não houvesse outra saída senão essa, a de expressar aquilo que estou sentindo.... assim sou eu quando me pego nesses pensamentos.. ai vida porque tem que ser assim.. por que não posso ser simples, tenho sempre que buscar resposta pra tudo... Mais adoro isso! É o que me faz viver, me faz sonhar e me faz ir ainda mais longe. Desbravar terras distantes e inalcançáveis na esperança de conquistá-las e povoá-las.




Agora retomando o meu pensamento inicial, será que podemos encontrar um equilíbrio e voltar à verdadeira essência? Por que essa nossa vida bandida não vê à hora de nos roubar o tempo com àquela pedra no nosso caminho... aiaiaia é a TREVA... agora é o momento onde tudo some e eu fico naquela indecisão de como colocar as palavras no papel e conseguir me expressar..
Vamos lá...

Eu sou prova viva de traições, decepções enrascadas, escândalos, já passei por tudo nessa vida e já vivenciei muita coisa, mas não foi tudo e nem o suficiente ainda tem muito chão por ai, nem todos eu quero percorrer... mas aqueles que ainda não foram desbravados por mim hã esses eu to loca pra encarar e descobrir, neles estão novas formas de encarar a vida. É engraçado como cada pessoa tem um jeito diferente de lidar com a mesma situação. No meu caso eu lido com as coisas passando por elas experimentando e vendo qual é a sensação de passar pelo fogo, tudo para poder achar o equilíbrio e poder encontrar as respostas sem a interferência das pessoas que me cercam, mas pelas minhas próprias conclusões. Acho que tenho esse interesse por que sou um ser muito complexo e gosto de saber ao certo onde estou pisando antes de cair na areia movediça.

Falo por mim eu não sei quando vou conseguir confiar em alguém novamente ainda mais se tratando de pessoas que vivem nesse mundo onde vivemos tão dissolutamente, onde os princípios foram sendo deixados de lado com o passar das estações e a moral foi perdendo o seu respeito. Hoje, homem e mulher disputam o mesmo mercado na “bolsa dos valores”... nós mulheres queremos e buscamos respeito, mas também lutamos pela igualdade. Depois da independência da mulher, economicamente e socialmente percebemos que as coisas começaram a tomar outro rumo e ter outro sentido. As mulheres estão passando de sexo frágil para sexo selvagem matando um leão a cada dia. Seja ele no trabalho, na família, nos negócios, no amor. Elas assim como eu estão em conflito todos os dias, pois não foram feitas para tomar decisões racionais, elas foram feitas para analisar, detalhar para que um homem possa bater o martelo e dizer: “- É melhor assim”. Porém, a coisa ta tão feia que o homem está abaixando a guarda e a cabeça se deixando dominar e elas estão tomando a rédea da situação e estão tendo a atitude, pagando a conta e fechando o cerco.




Sabemos que nós mulheres podemos ir longe somos mais perceptivas, conseguimos executar várias tarefas ao mesmo tempo, somos lindas, poderosas, sabemos aquilo que queremos e como podemos fazer e mexer os pauzinhos para conseguir. Mas também sabemos da nossa fragilidade somos muito sentimentais e isso nós faz ser mulheres, porém nos dias de CÃO nos quais estamos vivendo estamos sendo forçadas a uma terrível mutação, estamos perdendo o nosso sentimentalismo e estamos buscando em nossa razão a explicação e decisão para as nossas atitudes. Estamos preferindo sair para trabalhar e deixar nossos filhos com os nossos maridos que se tornaram eficientes donas de casa.. é ai onde eu me pergunto onde esse mundo vai parar..

A pior coisa é a inversão de valores, isso desorienta, trás as doenças da modernidade, acarreta os males desse século e faz das pessoas objetos descartáveis tanto para o sistema quanto para as outras pessoas. Em um mundo onde não se tem mais cão e tem que se caçar com gato criou-se a necessidade de ser “prudente como a pomba e astutos como a serpente”. E o amor está cada dia se ESFRIANDO mais e mais.

A coisa ta difícil mesmo, nem eu me entendo mais às vezes... mais fazer o que continuar seguindo e não parar nunca, pois se tem uma coisa que eu aprendi é que o mundo não para só por nossa causa, ele não quer nem saber se estamos morrendo, se estamos em frangalhos ou totalmente despedaçados ele não vai esperar pela nossa reconstrução.





Então meu povo vamo que vamo.. nessa roda da vida.

SE TE DOU UM CONSELHO É ESSE USE O FILTRO SOLAR....

quinta-feira, 8 de abril de 2010

É PRECISO SABER VIVER

Titãs
Compositor: Roberto Carlos




Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver

Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver

É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
Saber viver

terça-feira, 6 de abril de 2010

SUTILMENTE

Skank
Composição: Samuel Rosa / Nando Reis


E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace




Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste



Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce




Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti




Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti.